Violência

Galo indiano mata dono com lâmina usada em lutas ilegais

Galo indiano mata dono com lâmina usada em lutas ilegais

Um galo utilizado em lutas ilegais de animais matou o seu dono com uma lâmina que tinha atada à pata, desencadeando uma caça ao homem para encontrar os organizadores do evento, numa região rural da Índia. A ave tinha uma faca presa à sua perna pronta a enfrentar um adversário quando infligiu ferimentos graves na virilha do homem, enquanto tentava fugir, revelou a polícia.

A vítima morreu por perda de sangue antes de chegar a um hospital no distrito de Karimnagar, no estado de Telangana, no início desta semana, disse o agente da polícia local B. Jeevan à AFP. O homem estava entre 16 pessoas a organizar a luta de galos na aldeia de Lothunur quando ocorreu o estranho acidente, disse Jeevan.

O galo foi brevemente retido na esquadra da polícia local antes de ser enviado para uma exploração avícola.

"Estamos à procura das outras 15 pessoas envolvidas na organização da luta ilegal", disse agente, que podem ser acusadas de homicídio involuntário, apostas ilegais e de terem organizado uma luta de galos.

As lutas de galos são proibidas mas ainda comuns nas zonas rurais dos estados de Telangana, Andhra Pradesh, Karnataka e Odisha - particularmente na altura do festival hindu de Sankranti. Os galos, de raça especial, têm facas de 7,5 centímetros ou lâminas amarradas às suas pernas e os apostadores apostam em quem irá ganhar a terrível luta.

Milhares de galos morrem todos os anos nas batalhas que, apesar dos esforços dos grupos de defesa dos direitos dos animais, atraem grandes multidões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG