O Jogo ao Vivo

Mundo

"Herói" de vídeo viral na net acusado de homicídio

"Herói" de vídeo viral na net acusado de homicídio

O jovem que andava à boleia e se tornou uma vedeta na internet, em fevereiro, com um vídeo em que relatava como conseguira parar com um machado um automobilista racista, foi acusado de homicídio revelou a polícia. Veja o vídeo da entrevista que faz sucesso na net.

Caleb Lawrence McGillvary, 24 anos, foi detido na quinta-feira numa estação de autocarros em Filadélfia, apesar dos seus esforços para mudar de aparência, nomeadamente cortando o cabelo, precisou uma fonte do gabinete do procurador, citado pela AFP.

A detenção deu-se na sequência de uma vasta caça ao homem após o assassínio de Joseph Galphy, 73 anos, espancado até à morte em sua casa em Clark, Nova Jérsia, próxima de Nova Iorque.

As autoridades descobriram que McGillvary tinha-se encontrado com Galphy no sábado em Times Square, em Nova Iorque, e wur depois dirigiu-se à casa do idoso.

O jovem preso deverá ser transferido para Nova Jérsia nos próximos dias, afirmou em comunicado o procurador local.

McGillvary tornou-se vedeta de um vídeo viral na internet, no início do ano, relatando como conseguira salvar com um machado um homem de um condutor enlouquecido na Califórnia.

PUB

O vídeo com o depoimento do jovem atingiu rapidamente em fevereiro mais de um milhão de visualizações no Youtube e vai, atualmente, quase nos quatro milhões.

O jovem sem residência fixa explicava como tinha conseguido parar um automobilista que se tomava por Jesus e estava a ponto de agredir um homem negro e outras pessoas de Fresno, na Califórnia.

McGillvary afirmava que tinha apanhado boleia com o motorista em questão, que de repente bateu na traseira de um camião de uma empresa pública, ferindo um de seus empregados negros.

O motorista, então, saiu do carro, alegando que era Jesus Cristo e dizendo que queria se livrar dos negros. De seguida terá atacado uma mulher.

"Um tipo duro como este pode quebrar o pescoço de uma mulher como se fosse um lápis. Então eu corri atrás dele com um machado", afirmou o jovem, que aparecia com uma aparência "hippie" e uma mochila às costas.

"Meu caro, se tu és o Cristo, então eu serei o anticristo", acrescentou.

Kai transformou-se num "herói", a estrela de mais um vídeo viral da Net. Agora, a polícia atribui-lhe o papel de vilão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG