Mundo

Homem com meia cabeça desaconselha drogas aos jovens

Homem com meia cabeça desaconselha drogas aos jovens

O "homem com meia cabeça" - foi assim que Carlos Rodriguez, de 25 anos, ficou conhecido depois de ter sido detido pela polícia de Miami, nos EUA, por posse de drogas e recurso à prostituição - decidiu abrir o seu próprio canal no Youtube. Ali, alerta os jovens para os perigos do álcool e das drogas, que estiveram na origem da mutilação do seu crânio. Veja aqui o vídeo.

Há um ano, Carlos Rodriguez foi preso por posse de drogas, recurso à prostituição e arrombamento de residência com intuito de roubo. Já na esquadra, os polícias apuraram que a estranha forma do seu crânio era o resultado de um acidente terrível que tivera anos atrás, por conduzir sob o efeito de drogas e álcool.

Agora, Carlos Rodriguez decidiu criar o seu próprio canal no Youtube para contar as suas experiências. Nos vídeos, o "homem com meia cabeça" aconselha os jovens a afastarem-se das drogas, ao mesmo tempo que fala dos seus gostos sexuais e critica a política de Obama enquanto fuma marijuana.

Há mais casos de pessoas que conseguiram sobreviver a traumatismos cranioencefálicos graves como o de Carlos Rodriguez. É o caso do britânico Steve Gator, que perdeu uma grande parte do crânio depois de ter sido atacado quando ia do trabalho para casa, e de Hind Alan, que tem apenas metade do crânio depois de ter caído de uma altura de 25 metros.