Índia

Ilusionista desapareceu num rio após truque que correu mal

Ilusionista desapareceu num rio após truque que correu mal

Um mágico indiano, que tentava recriar o famoso truque de fuga do ilusionista Harry Houdini, ao saltar acorrentado para o rio Hooghly, está desaparecido desde domingo, na Índia.

O mágico Chanchal Lahiri foi transportado para dentro do rio Hooghly, no estado de Bengala Ocidental, de barco, preso por seis cadeados e uma corrente. A intenção de Mandrake, norme artístico de Chanchal, era conseguir libertar-se e nadar em segurança, mas acabou por desaparecer na água. O público, que informou a polícia do desaparecimento, observava-o de dois barcos no rio, da margem e da ponte Howrah.

A polícia e uma equipa de mergulhadores procuraram na área, mas, até ao final da tarde de domingo, não conseguiram encontrar o mágico. Ao jornal "Hindustan Times", um polícia disse que Lahiri só seria declarado morto se o corpo fosse encontrado.

Jayant Shaw, um fotógrafo de um jornal local, testemunhou a tentativa do truque de Lahiri. À BBC, refere que falou com o mágico antes de iniciar o ato. "Eu perguntei-lhe o porquê de arriscar a vida pela magia", disse Shaw. "Ele [o Lahiri] sorriu e disse: 'Se correr bem, é magia. Se eu errar, torna-se trágico'". O mágico disse a Shaw que queria fazer o truque para "reavivar o interesse pela magia".