EUA

Caçador de veados obrigado a ver o filme Bambi uma vez por mês na prisão

Caçador de veados obrigado a ver o filme Bambi uma vez por mês na prisão

Um caçador furtivo, nos EUA, foi obrigado a assistir ao filme da Disney Bambi como parte da sentença por matar de forma ilegal centenas de veados.

David Berry foi condenado por um tribunal no Estado do Missouri a assistir pelo menos uma vez por mês ao clássico de animação Bambi, durante a pena de prisão de um ano que vai cumprir por caça ilegal.

"Os veados eram como troféus, abatidos à noite. Ele retirava-lhes a cabeça deixando o resto do corpo no local", disse, citado pela Associated Press, Don Trotter, procurador do condado de Lawrence.

Berry, o pai, dois irmãos e um outro homem tiveram as licenças de caça e pescas retiradas pelas autoridades locais. Os homens pagaram cerca de 45 mil euros em multas, mas o juiz decidiu condenar Berry a uma pena de um ano de prisão.

Os registos de tribunal, a que agência de informação teve acesso, mostram que o juiz Robert George condenou o homem a "ver o filme de Walt Disney Bambi antes do dia 23 de dezembro de 2018, e, depois, pelo menos uma vez por mês" durante o período em que estiver condenado.

A investigação em torno deste caso teve início no final de 2015, quando uma agência de conservação da vida animal recebeu uma denúncia anónima relacionada com caça ilegal de veados.

No filme de animação, a mãe de Bambi é abatida a tiro por um caçador.

ver mais vídeos