EUA

Fez uma camisola decorada com papel mas foi "vingado" após bullying

Fez uma camisola decorada com papel mas foi "vingado" após bullying

Um estudante de uma escola primária nos EUA foi intimidado na escola por usar uma t-shirt que fez em casa da Universidade de Tennessee. Responsáveis da universidade reuniram-se em apoio a criança e a loja universitária decidiu transformar o desenho num projeto oficial.

Tudo começou na escola primária quando a professora, da escola de Altamonte, na Florida, pediu aos alunos para se vestirem de uma cor que representasse a sua faculdade ou universidade favorita.

Laura Snyder, a professora, partilhou nas redes sociais, uma foto de um de seus alunos que usava uma t-shirt laranja com uma folha, presa com alfinetes, que tinha desenhada à mão "U.T." (University of Tennessee).

Disse que o jovem, fã da Universidade do Tennessee, estava "muito animado" para mostrar a sua camisola mas, no fim do dia, voltou à sala de aula em lágrimas depois de ser gozado por esta ter sido feita em casa. "Algumas meninas na mesa de almoço ao seu lado, que nem sequer participaram no dia das cores de faculdades, tinham gozado com a camisola", disse a professora.

A professora escreveu que ia comprar uma t-shirt oficial da universidade para o aluno, e terminou a perguntar se algum dos seus amigos do Facebook tinha alguma conexão com a escola para que ela pudesse "tornar o momento um pouco mais especial para ele."

No dia seguinte, a publicação tinha sido partilhada milhares de vezes por fãs da Universidade do Tennessee e alcançou a atenção da própria escola. Numa conferência de imprensa, quinta-feira, o diretor de Atletismo adjunto da UT, Jimmy Delaney, disse que a loja oficial da escola estava a enviar um "pacote voluntário" com doações de todos os departamentos do campus para o menino.

Na sexta-feira passada, a universidade anunciou que ia fazer do desenho feito a mão do aluno, uma t-shirt oficial da loja da universidade e doar uma porção dos ganhos para uma fundação anti-bullying. O sucesso foi imediato e no sábado o site da loja da universidade foi abaixo, sobrecarregado com o grande número de pessoas que queriam comprar a peça.