Insólito

Fingiu ser inspetor "da sede" do KFC para comer de borla durante um ano

Fingiu ser inspetor "da sede" do KFC para comer de borla durante um ano

Foi detido um estudante que percorria os restaurantes da cadeia alimentar KFC, da cidade de Durban, na África do Sul, referindo ser um inspetor com funções na sede da empresa, para assim comer sem pagar. Burla durou cerca de um ano.

Vestido com um fato, o suspeito chegava aos restaurantes da cadeia de fast-food a bordo de um carro de luxo. Mostrava o que dizia ser uma identificação da empresa e começava a inspecionar as cozinhas dos restaurantes. Com uma prancheta na mão, onde escrevia algumas notas sobre os produtos que testava, o suspeito era temido pelos funcionários.

Só passado um ano de refeições de graça, foi descoberto e detido. Nessa altura, muitos dos empregados da cadeia de restaurantes já o conheciam, não questionando o que fazia, revela o jornal britânico "Daily Mail".

"Quando ele chegava, nos tentávamos dar o nosso melhor para não irritar o homem que vinha da sede. Ele era tão convincente, porque tinha uma postura confiante e até colegas de outros KFC o conheciam", disse um funcionário da empresa.

Nas redes sociais, o homem ganhou o respeito de milhares, que o elogiaram como uma "lenda". Um utilizador do Twitter escreveu, "Ele é uma lenda e agora é um provador bastante experiente. O KFC devia empregá-lo".