Insólito

Fruta malcheirosa leva à evacuação de uma biblioteca na Austrália

Fruta malcheirosa leva à evacuação de uma biblioteca na Austrália

A biblioteca da Universidade de Camberra, na capital australiana, foi evacuada devido ao mau cheiro de uma possível fuga de gás, que mais tarde se verificou ter origem na fruta durião.

Na última sexta-feira de tarde, bombeiros foram chamados à biblioteca da Universidade de Camberra, devido a "um cheiro forte a gás". A biblioteca foi evacuada, e as equipas de materiais perigosos foram chamadas para investigar o edifício e realizar a "monitorização atmosférica" do espaço.

Passado uma hora, a fonte do problema foi encontrada. Alguém deixou perto de um ventilador, no segundo andar da biblioteca, um pedaço da fruta durião.

O durião é um fruto típico da cultura oriental, conhecido por ser espinhoso e malcheiroso, mas considerado em certos países, como na Malásia ou China, um fruto agradável devido ao seu sabor intenso.

As equipas removeram, dentro de um saco selado, o pedaço da fruta que já é banida em certos hotéis e transportes públicos, por toda a Ásia, devido ao cheiro.

Segundo o jornal britânico "The Guardian", foi a própria biblioteca da universidade a divulgar a notícia, através da sua página de Facebook. "Estamos abertos! O persistente cheiro a fuga de gás no edifício está completamente seguro - alguém deixou uma fruta durião num dos nossos compartimentos! Bastante matreiro."

No período de um ano, já é a segunda vez que uma universidade na Austrália é evacuada devido a um durião. Em abril, em Melbourne, também foi evacuada uma biblioteca universitária, pensando-se ser uma fuga de gás, que acabou por ser o fruto malcheiroso.

Imobusiness