Brasil

Polícia vestida de princesa detém assaltante em flagrante

Polícia vestida de princesa detém assaltante em flagrante

Era uma vez... uma polícia vestida de princesa que deteve um assaltante em flagrante delito. O caso insólito, e nada comum nos tradicionais contos sobre princesas, aconteceu esta semana na Região Metropolitana de Florianópolis, no Brasil.

Daiane Guedes, do corpo da Guarda Municipal de São José, em Grande Florianópolis (Brasil), e atriz nos tempos livres, saltou para as luzes da ribalta depois de, na sexta-feira, ter feito uma detenção inusitada.

O caso foi partilhado no Facebook daquela força de segurança e noticiado em vários órgãos de comunicação brasileiros. De acordo com o portal de notícias G1 - pertencente ao grupo Globo -, Daiane, de 36 anos, tinha acabado de sair de uma atuação de teatro sobre educação no trânsito, em São José, quando se apercebeu de um homem a tentar assaltar outro indivíduo.

Daiane contou que deixou o local onde decorrera a apresentação e entrou numa viatura descaracterizada para seguir até ao posto da Guarda, a cerca de cinco minutos dali, para ir buscar a farda que lá tinha deixado. A caminho, viu um colega que também tinha participado na peça a andar a pé, na rua, e uma "pessoa com atitude estranha" perto de si. "[O meu colega] estava assustado, perguntei-lhe se estava tudo bem e disse que estava a ser assaltado", relatou Daiane.

A polícia, que ainda estava vestida de princesa, saiu do carro, encostou o homem contra um muro e deu voz de detenção, chamando reforços via intercomunicador.

"Ficou surpreendido, pensou que eu não ia conseguir fazer nada. Mas quando me ouviu a fazer a comunicação via rádio, soltou a mochila da vítima", contou Daiane.