Polémica

Urinóis públicos geram discórdia em Paris

Urinóis públicos geram discórdia em Paris

Para combater o problema da urina nas ruas, foram instalados quatro urinóis públicos em Paris, com uma vertente ecológica: o líquido é recolhido e utilizado como composto para ser usado nos jardins públicos da cidade francesa. No entanto, as boas intenções que deram origem ao "uritrottoir" não convencem os parisienses.

A população da île Saint-Louis, perto da catedral de Notre Dame, está revoltada com a nova adição ao mobiliário urbano, que, para além de ser considerada feia, está a levantar dúvidas por poder motivar exibicionistas, contou uma moradora ao jornal "The Guardian".

"Não há necessidade de colocar algo tão imodesto e feio neste lugar histórico", afirmou Paola Pellizzari, que salienta o facto de um urinol, sem qualquer proteção visual, tenha sido instalado a 20 metros de uma escola primária. "É horrível. Dizem-nos que temos de aceitar, mas é inaceitável. Está a destruir o legado da ilha. As pessoas não se comportam?", questionou o proprietário de uma galeria de arte local.

Às críticas, o autarca local salientou a necessidade dos objetos, para resolver o problema da urina na rua. "Se não fizermos nada, os homens vão continuar a urinar nas ruas", vaticinou, para depois admitir que as localizações poderão ser alteradas, caso os moradores sem mostrem muito descontentes.

ver mais vídeos