China

Levantou as pálpebras à namorada para abrir app do banco e roubar dinheiro

Levantou as pálpebras à namorada para abrir app do banco e roubar dinheiro

Um jovem de 28 anos foi condenado a quase quatro anos de prisão, na China, por ter levantado as pálpebras à namorada para contornar o bloqueio do telemóvel e aceder à aplicação do banco, para roubar dinheiro.

O insólito aconteceu em dezembro do ano passado, em Nanning, sul da China, quando um homem identificado apenas como Huang aproveitou o momento em que a sua namorada dormia para fazer o reconhecimento facial na aplicação do banco, segundo reporta o jornal Nanning Evening News.

Huang fez várias transferências da conta poupança da namorada para a sua conta, levou o seu telemóvel e usou dinheiro, um total de 154 mil ienes (quase 21.500 euros) para despesas correntes e cobrir dividas de jogo.

Dong, a namorada, ao aperceber-se do registo de transferências no dia seguinte, sem conseguir contactar Huang, alertou as autoridades.

O caso tornou-se viral na internet e gerou grande debate sobre as definições de segurança das aplicações bancárias que não são, segundo a opinião públicas, as mais ajustadas. Huang, fugido desde a altura, foi detido em abril deste ano numa outra cidade chinesa e foi agora condenado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG