Mundo

Um dos "10 mais procurados dos EUA" é tão comum que ninguém o apanha

Um dos "10 mais procurados dos EUA" é tão comum que ninguém o apanha

Jason Derek Brown é um dos 10 criminosos mais procurados pela polícia norte-americana. De acordo com o FBI, o que mais dificulta a caça ao fugitivo é o facto de Jason ser uma pessoa extremamente comum. Tão comum que facilmente se esconde no meio de uma multidão.

O crime pelo qual Jason Brown, de 43 anos, é perseguido tem a ver com o assassinato do camionista de um veículo blindado Robert Keith Palomores, em 2004. Desde então, a sua habilidade para se fazer confundir com muitas outras pessoas tem sido uma das grandes vantagens do fugitivo.

"Com um nome e com uma aparência tão comuns - parece-se com um surfista da Califórnia -, já tivemos mais informações sobre ele do que qualquer outro dos 10 mais procurados dos EUA", revelou o agente Lance Leising ao jornal "Salt Lake Tribune".

Segundo a mesma fonte, em duas ocasiões as informações conduziram a um duplo do actor Sean Penn.

Para além do crime de primeiro grau, Brown é acusado por assalto à mão armada e voo ilegal de forma a evitar ser perseguido. As autoridades sustentam que depois de ter matado o motorista, Brown fugiu com 56 mil dólares (cerca de 43200 euros) numa bicicleta.

Antes do assassinato, Jason Brown foi um missionário Mormon. O FBI acredita que ele possa estar escondido entre a comunidade Mormon.

"É uma possibilidade devido à familiaridade do fugitivo com a Igreja Mormon", referiu o agente Manuel Johnson ao jornal eletrónico ABCNews.com. "Antes do assassinato, esteve envolvido em diferentes tipos de fraude, portanto ele não é quem pretende passar ser e acreditamos que procura sempre tirar vantagem das pessoas".

Outros Artigos Recomendados