Exclusivo

Na peugada de Laika, a nova corrida no sentido das estrelas

Na peugada de Laika, a nova corrida no sentido das estrelas

Iuri Gagarine, Neil Armstrong, a heroica Laika, satélites e outras sondas de russos e americanos. Os primórdios da corrida espacial remontam aos anos 1950. Sete décadas depois, reacende-se a rivalidade no caminho das estrelas. Nova Guerra Fria? Em órbita entra agora também a China.

A Rússia foi pioneira a lançar humanos para o espaço, homens e mulheres, e também animais, como a célebre Laika, na grande aventura do caminho das estrelas. Finalmente, no auge da Guerra Fria, foi ultrapassada em cima da meta da época, atingida com a alunagem do americano Neil Armstrong, em 1969.

Decorrida a "glasnost", desmembrada a União Soviética e verificado o degelo, as grandes superpotências até se juntaram em expedições siderais conjuntas, como a da Estação Espacial Internacional (EEI), uma proeza tecnológica e política agora posta em causa pela guerra na Ucrânia e pelas ambições de Moscovo num projeto próprio. Problema: a China também entra na corrida e até parece tomar a dianteira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG