O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Nas malhas da Justiça: as belas e os perigosos

Nas malhas da Justiça: as belas e os perigosos

Desconhecidas e de perfil discreto, três mulheres viram-se na praça pública devido a enredos afetivos. Uma foi presa pelas autoridades, uma está fugida e a outra sob investigação.

A sabedoria popular sempre ensinou que o amor é cego ou que tolda a razão. E, seja por este motivo ou por lealdade, muitas têm sido as mulheres que acabam a ter de prestar contas à Justiça por se verem envolvidas nos negócios das caras-metades. É o caso de Emma Coronel - mulher de Joaquin "El Chapo" Guzmán, narcotraficante mexicano e ex-líder do cartel de Sinaloa -, que, nesta semana, percorreu as bocas do Mundo ao ser detida depois de ser acusada de conspirar para traficar droga nos Estados Unidos. Mas não é a única. Quem são, então, as mulheres que enfrentam os tribunais por amor?

De rainha da beleza a suspeita de tráfico de droga, Emma, de 31 anos, casou-se com o conhecido narcotraficante em 2007, um ano depois de se terem conhecido. Tinha ela 18 anos, ele 50. Tiveram duas filhas, gémeas, que agora têm dez anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG