Mundo

Natascha Kampusch pede indemnização ao Estado austríaco

Natascha Kampusch pede indemnização ao Estado austríaco

Natascha Kampusch, jovem sequestrada durante oito anos, vai pedir ao Estado austríaco uma indemnização de um milhão de euros por danos morais.

Treze anos após o seu sequestro, Natascha Kampusch dirige-se agora aos tribunais com um pedido de indemnização de um milhão de euros ao Estado, no qual destaca a lentidão na actuação das autoridades, que não conseguiram descobrir o seu paradeiro durante os oito anos em que esteve desaparecida.

O advogado da jovem, Gerald Ganzer, confirmou, quarta-feira, uma informação publicada por um jornal gratuito de Viena e explicou que as diligências foram apresentadas no início de Fevereiro alegando danos morais.

"Uma vez terminado o processo de reabilitação psicológica da vítima e tendo em conta que o autor do sucedido não pode esperar nenhuma indemnização, visto que se suicidou depois da vítima ter fugido, deve-se pedir responsabilidades ao Estado", explicou.

Natascha Kampusch, então com dez anos, estava a caminho da escola quando foi sequestrada por Wolfgang Priklopil, a 2 de Março de 1998. Priklopil manteve-a depois em cativeiro durante mais de oito anos, numa cave por baixo da garagem de sua casa até a jovem conseguir fugir, a 23 de Agosto de 2006.

A comissão de investigação responsável pelo caso detectou vários erros nas diligências logo nas primeiras horas após os pais terem reportado o desaparecimento da jovem à polícia e durante os interrogatórios feitos ao sequestrador.

"Estivemos à espera que a Administração tomasse a iniciativa na abertura de um processo de indemnização, mas corríamos o perigo de que o direito da vítima a uma compensação prescrevesse, pelo que a 4 de Fevereiro foi formulada a petição. A República da Áustria tem agora dois meses para tomar uma decisão a esse respeito", sublinhou o advogado.

O valor exigido por Natascha pressupõe uma indemnização de 323 euros por cada um dos 3096 dias que passou em cativeiro na residência de Wolfgang Priklopil.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG