Rússia

Navalny diz estar ameaçado de transferência para solitária

Navalny diz estar ameaçado de transferência para solitária

O opositor russo Alexei Navalny disse esta segunda-feira ter recebido várias advertências desde a sua detenção, o que o coloca em risco de transferência para uma cela disciplinar.

Numa mensagem publicada na rede social Instagram, Navalny disse ter recebido "seis advertências em duas semanas" na prisão de Pokrov, a cerca de 100 quilómetros de Moscovo, onde cumpre pena de dois anos e meio de cadeia.

"Nas prisões russas existem dois tipos de sanções: advertência e colocação numa cela disciplinar. Com duas advertências, podes ser enviado para lá. Isso não é conveniente: ali as condições de detenção são próximas da tortura", escreveu.

O opositor tem publicado mensagens de forma regular nas redes sociais desde a sua detenção e os advogados recusam-se a dizer como isso é possível, já que não tem acesso a Internet.

Nesta última publicação, explicou que foi alvo de "vinte relatórios disciplinares", nomeadamente por se ter levantado da cama "10 minutos" mais cedo ou mesmo por ter "recusado participar" nos exercícios matinais obrigatórios.

PUB

Vítima de envenenamento por um agente neurotóxico em agosto passado, Navalny culpa o Kremlin, que rejeita qualquer envolvimento.

O ativista anticorrupção e crítico acérrimo do Presidente russo, Vladimir Putin, foi preso em janeiro, assim que regressou da Alemanha onde estava em convalescença.

Em fevereiro, Navalny foi condenado a dois anos e meio de prisão por um caso de fraude de 2014, que o próprio, organizações não-governamentais e vários países ocidentais acreditam ter sido um julgamento político.

Na semana passada, familiares expressaram receio pela sua saúde durante a detenção, com o opositor a queixar-se de fortes dores nas costas e perna direita.

Por seu lado, a administração considerou que se encontrava em condições "satisfatórias".

Alexei Navalny alega ter sido "torturado" através da privação do sono, assegurando que é acordado "oito vezes por noite" durante as verificações da sua cela.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG