Covid-19

Navio com 21 casos de infeção atracou na baía de São Francisco nos EUA

Navio com 21 casos de infeção atracou na baía de São Francisco nos EUA

Um navio de cruzeiro com 21 casos de coronavírus atracou esta segunda-feira num porto na baía de São Francisco, nos EUA, enquanto as autoridades se preparam para colocar milhares de passageiros e tripulantes em quarentena.

O navio Grand Princess chegou ao porto de Oakland, nos arredores de São Francisco, com mais de 3500 pessoas a bordo, 21 delas infetadas pelo novo coronavírus, depois de ter estado alguns dias ao largo da costa californiana, aguardando por um plano de contingência das autoridades norte-americanas.

Não se sabe ainda quantos passageiros serão retirados do navio esta segunda-feira, mas o capitão já anunciou que nem todos o farão, enquanto as autoridades se prepararam para os transportar para uma base militar, onde ficarão em quarentena.

Os passageiros de nacionalidade norte-americana serão transportados de avião ou de autocarro, desde o porto de Oakland, escolhido pela sua proximidade a uma base militar onde serão acolhidos para permanecerem de quarentena durante duas semanas, depois de realizarem testes.

Os estrangeiros, de 54 países, serão repatriados, segundo o Governo norte-americano.

Cerca de 1100 tripulantes, 19 dos quais estão contaminados com o coronavírus, serão colocados de quarentena e tratados a bordo do navio, que atracará num outro local, de acordo com informações fornecidas pelo governador da Califórnia, Gavin Newsom.

Ao aproximar-se da baía de São Francisco, os passageiros começaram a bater palmas, em sinal de contentamento pelo desfecho de um caso durava há vários dias, no relato de uma das passageiras.

O novo coronavírus já infetou mais de 600 pessoas nos Estados Unidos, tendo 22 delas morrido, a maioria no estado de Washington, na costa oeste.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.800 mortos.

Cerca de 110 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Outras Notícias