Israel

Netanyahu informa que operações em Gaza vão continuar

Netanyahu informa que operações em Gaza vão continuar

O primeiro-ministro israelita informou, este domingo, que as operações militares na Faixa de Gaza vão continuar até que seja restaurada a segurança naquela zona. Esta manhã, dois palestinianos morreram na sequência de um raide israelita em Gaza.

A operação lançada a 8 de julho para "proteger a fronteira vai continuar até que seja atingido o seu objetivo (...) o que pode levar algum tempo", disse Benjamin Netanyahu, em declarações transmitidas pela rádio pública local.

Esta manhã, duas pessoas morreram na sequência de um ataque aéreo israelita na Faixa de Gaza, ao 48.º dia de conflito, indicaram fontes dos serviços de emergência palestinianos.

As duas vítimas sucumbiram aos ferimentos infligidos pelos disparos israelitas que atingiram o lado oeste da cidade de Gaza cerca das 5 horas locais (3 horas em Lisboa). Cinco pessoas ficaram feridas.

Mais de 2.100 palestinianos morreram desde o arranque da ofensiva israelita contra o Hamas, a 8 de julho, segundo os serviços de emergência locais.

Do lado israelita, perderam a vida 64 soldados e quatro civis.

As tréguas respeitadas desde 11 de agosto entre o Hamas e Israel foram violadas na passada terça-feira com o disparo de 'rockets' a partir do enclave palestiniano, que levou os israelitas a ripostarem.

Estes ataques acabaram por interromper os contactos indiretos entre as duas partes, que estavam a ser promovidos pelo governo do Cairo, o qual propõe um cessar-fogo prolongado.