Exclusivo

No fio da navalha: Alemanha escolhe hoje o homem que vai substituir Angela Merkel

No fio da navalha: Alemanha escolhe hoje o homem que vai substituir Angela Merkel

Vantagem dos social-democratas do SPD desce para 1% sobre conservadores da CDU. O futuro governo será sempre em coligação.

Continuar com o "grande centrão" - mas inverter a liderança dos democratas-cristãos da CDU para os social-democratas do SPD -, virar à Esquerda e integrar os Verdes e os liberais do FDP na coligação ou guinar ainda mais e incluir no Governo os "meias vermelhas" comunistas do Die Linke, o que será muito improvável. As eleições parlamentares na Alemanha estão cheias de incógnitas, mas a incerteza termina hoje com a ida de 60 milhões de eleitores às urnas.

Uma coisa, ou duas, são absolutamente certas: o futuro chanceler que vai mandar no Bundestag, o Parlamento alemão de 709 assentos, estará sempre alicerçado numa coligação pós-eleitoral - nenhum partido conseguirá maioria para governar só. E essa coligação, para a qual há cinco hipóteses combinatórias (ver gráfico), nunca incluirá a extrema-direita da Afd, o partido xenófobo da Alternativa para a Alemanha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG