O Jogo ao Vivo

Reino Unido

Nova estirpe do vírus descoberta em Inglaterra propaga-se mais depressa

Nova estirpe do vírus descoberta em Inglaterra propaga-se mais depressa

Uma nova estirpe da covid-19 descoberta no Reino Unido propaga-se mais depressa que outras variantes, revelou, este sábado, o Governo britânico, antes de anunciar uma conferência de Imprensa do primeiro-ministro, Boris Johnson.

"Conforme anunciado na segunda-feira, o Reino Unido identificou uma nova variante de covid-19 em resultado de um trabalho de vigilância genómica da Public Health England ", o Instituto de saúde inglês, disse o virologista Chris Whitty, principal conselheiro médico do Governo britânico.

"Como resultado da rápida disseminação da nova variante, após avaliação preliminar às taxas de incidência e ao rápido aumento das infeções no sudeste do país, o Grupo Consultivo de Ameaças de Novos Vírus Respiratórios Emergentes (NERVTAG, na sigla original) concluiu que esta nova variante se pode espalhar mais rapidamente", lê-se no comunicado de Chris Whitty, publicado no site do governo britânico.

"Não há evidências que sugiram que esta nova estirpe seja mais mortal ou que afete a eficácia das vacinas ou dos tratamentos atuais, embora seja urgente trabalhar para confirmar isto", acrescente Chris Whitty. "Dados estes novos desenvolvimentos, é mais vital agora do que nunca que o público continue a tomar medidas para reduzir a transmissão", acrescentou.

Whitty diz, ainda, que esta descoberta foi comunicada à Organização Mundial de Saúde e que os britânicos vão continuar a analisar os dados existentes para melhor compreender esta nova variante.

Patrick Vallance, chefe dos conselheiros científicos do Reino Unido, disse que a nova estirpe tem 23 alterações, muitas associadas à proteína produzida pelo vírus.

PUB

Ainda sem dados concretos que permitam avaliar de que forma é que esta variante pode afetar a evolução da pandemia, adiantou que os estudos sugerem que esta se propaga mais rapidamente.

"Em Londres, 60% dos novos casos são desta nova variante", que representava 28% do total há cerca de um mês, disse Vallance, na mesma conferência de Imprensa. "Não só se propaga rapidamente como se está a transformar na estirpe dominante", sublinhou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG