O Jogo ao Vivo

Tensão

Nova grande incursão chinesa na zona de defesa aérea de Taiwan

Nova grande incursão chinesa na zona de defesa aérea de Taiwan

O governo de Taipé relatou, esta sexta-feira, uma nova incursão significativa de aviões chineses na sua zona de defesa aérea, a segunda maior do ano em apenas um dia, com 18 aparelhos aéreos.

O Ministério da Defesa de Taiwan referiu que a incursão incluiu 12 aviões de combate J-11 e J-16 e dois bombardeiros H-16.

Isto eleva o número de incursões aéreas chineses desde o início do ano para mais de 370.

PUB

Em 23 de janeiro, 39 aviões chineses tinham entrado na Zona de Defesa Aérea (ADIZ, na sigla em inglês) de Taiwan.

O ministério taiwanês afirmou ter utilizado as suas próprias aeronaves para emitir avisos e instalado sistemas de mísseis de defesa aérea para seguir os aviões chineses.

A ilha de Taiwan vive sob ameaça de invasão da China, que a vê como parte do seu território a ser tomada um dia, se necessário, pela força.

Desde setembro de 2020, a China tem vindo a fornecer números sobre essas incursões na sua zona de defesa aérea, que aumentaram no último trimestre de 2021, particularmente em outubro, com 196 incursões registadas.

Durante todo o ano passado, a agência France-Presse contabilizou 969 incursões de aviões das Forças Armadas chinesas na zona de defesa aérea de Taiwan, mais do dobro do número em 2020 (380).

A ADIZ de Taiwan é diferente do seu espaço aéreo, já que é muito maior e sobrepõe-se parcialmente à Zona de Defesa Aérea da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG