Covid-19

Nova Zelândia com novo caso após anunciar derrota do vírus

Nova Zelândia com novo caso após anunciar derrota do vírus

A Nova Zelândia diagnosticou um novo caso de covid-19 nas últimas 24 horas, informaram as autoridades, duas semanas após a primeira-ministra Jacinda Ardern ter dito estar satisfeita por o seu país ter "derrotado novamente o vírus".

O diretor-geral da Saúde daquele país, Ashley Bloomfield, anunciou que um trabalhador portuário teve resultado positivo no teste à covid-19, no sábado.

"Como esta pessoa foi testada no dia em que desenvolveu os sintomas, o departamento de saúde pôde colocar os casos de contacto em isolamento", disse o responsável.

O anúncio surge após a vitória esmagadora do Partido Trabalhista da primeira-ministra Jacinda Arden nas eleições gerais de sábado, amplamente atribuída ao sucesso do governo no combate à pandemia.

Antes da votação, Ardern - cujo partido conquistou 64 dos 120 lugares no Parlamento - tinha apelidado o escrutínio de "eleições covid", numa campanha centrada no sucesso da gestão da pandemia.

Com uma população de cinco milhões de pessoas, a Nova Zelândia contabilizou 25 mortes pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, o que lhe valeu elogios da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A primeira vaga da doença foi travada em final de maio, através de um rigoroso confinamento nacional, tendo o arquipélago registado depois 102 dias sem contaminação local.

Em agosto, um novo surto foi descoberto em Auckland, levando as autoridades a ordenar um novo confinamento na maior cidade do país, com 1,5 milhões de habitantes, durante três semanas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 39,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Outras Notícias