Balanço

Número diário de vítimas de Covid-19 em Espanha continua a cair

Número diário de vítimas de Covid-19 em Espanha continua a cair

Desde o início da pandemia, morreram 17.489 pessoas em Espanha, que regista quase 170 mil infetados, dos quais 64 mil já recuperaram. O número de casos de infeção aumentou 2% face a domingo e o número de mortes 3%.

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 517 mortes pelo novo coronavírus, uma diminuição face às 619 de domingo, havendo até agora um total de 17.489 óbitos. De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, há 3477 novos infetados, o número mais baixo das últimas semanas, elevando para 169.496 o número total de doentes com Covid-19.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, 64.727 pessoas foram consideradas curadas em Espanha, uma percentagem de 38% em relação aos casos positivos confirmados. A região com mais casos positivos é a de Madrid, com 47.146 infetados e 6.423 mortos, seguida pela da Catalunha (34.726 e 3.538), a de Castela-Mancha (14.054 e 1.626), a de Castela e Leão (12.628 e 1.263) e a do País Basco (11.018 e 831).

Espanha é o país com mais mortos por cada milhão de habitantes (368 óbitos), seguida pela Itália (329), Bélgica (311) e França (221), numa lista em que os Estados Unidos têm 67 e Portugal 49.

Espanha regressa ao trabalho com cautela e mantém restrições

Espanha começou, esta segunda-feira, a tentar regressar à normalidade, após duas semanas de paralisação para travar a pandemia de Covid-19, com a retoma parcial de atividades não essenciais, mas mantém grandes restrições.

PUB

Embora com reservas das centrais sindicais, regressou a laboração industrial e da construção civil, não podendo permanecer pessoas estranhas às obras, escritórios e trabalho doméstico.

Só é permitido sair de casa para trabalhar, fazer compras indispensáveis, prestar apoio a familiares e passear animais. Não se pode passear ou correr, nem usar os terraços.

Quem sai, deve manter dois metros de distância em relação a outras pessoas e usar máscara. As autoridades asseguraram a distribuição de dez milhões de unidades, especialmente nas estações de comboio e metro.

Os espanhóis foram aconselhados a separar a roupa, no regresso a casa, e a lavá-la com a água com temperatura entre 60 e 90 graus Celsius.

Continuam encerrados bares, restaurantes (exceto refeições ao domicílio), hotéis, estabelecimentos de lazer, equipamentos culturais e centros desportivos.

Para assegurar a tendência de descida do número de casos, o Governo mantém também a proibição de visitas a hospitais e a lares e festas populares. As aulas continuam encerradas em todos os níveis e os funerais estão ainda limitados a três acompanhantes.

O primeiro-ministro, Pedro Sánchez, continua a oferecer à oposição um pacto para enfrentar a crise, mas o Partido Popular (direita) e o Vox (extrema-direita) deixaram claro o objetivo de fazer cair o Governo. va.m.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG