O Jogo ao Vivo

Paris

O padre "herói" que salvou relíquias entre as chamas de Notre-Dame

O padre "herói" que salvou relíquias entre as chamas de Notre-Dame

Chama-se Jean-Marc Fournier, é capelão da brigada de incêndio de Paris e é agora considerado um herói por ter salvado relíquias como o ostensório do Santíssimo Sacramento e a Coroa de Espinhos de Jesus Cristo da catedral de Notre-Dame, entre as chamas que atingiram na segunda-feira o monumento.

Foi aquele mesmo padre francês que confortou os feridos após o ataque terrorista no Bataclan, em Paris, a de 13 de novembro de 2015, onde morreram 89 pessoas. Fournier rezou pelos mortos e consolou aqueles que foram feridos ou perderam entes queridos.

Agora é considerado um herói, depois de salvar, na noite de segunda-feira, duas relíquias religiosas que se temia terem sido perdidas para o fogo.

"O padre Fournier é um autêntico herói. Ele não demonstrou medo quando se dirigiu diretamente para as relíquias dentro da catedral e garantiu que fossem salvas. Ele lida com a vida e a morte todos os dias e não demonstra medo", afirmou um membro dos serviços de emergência franceses, citado pelo canal "Sky News".

Etienne Loraillere, editora da rede de televisão católica francesa KTO, disse que Fournier "foi com os bombeiros para a Catedral de Notre-Dame para salvar a Coroa de Espinhos e o [ostensório do] Santíssimo Sacramento".

As reações nas redes sociais também não se fizeram esperar. "Padre Fournier. O capelão do corpo de bombeiros. É o homem que salvou o [ostensório do] Santíssimo Sacramento e a Coroa de Espinhos do fogo. Deus o abençoe!", lê-se na página do Twitter "Catholic Arena".

De acordo com a imprensa internacional, há já quem peça para que o padre seja considerado "santo" pelo ato heróico.

O padre Fournier, que está na casa dos 50 anos, começou a carreira como padre católico na Alemanha e, depois, mudou-se para o departamento Sarthe de França. Juntou-se à diocese das Forças Armadas em 2004, passando sete anos a trabalhar com o exército francês em todo o mundo. No Afeganistão, sobreviveu a um ataque em que morreram 10 soldados.

A Coroa de Espinhos é uma representação do objeto colocado na cabeça de Jesus Cristo antes da crucificação. Chegou a Paris em 1238 pelo monarca francês Luís IX. O artefacto santificado estava guardado numa caixa de ouro no tesouro da catedral e era ocasionalmente exibido aos visitantes.

O Santíssimo Sacramento é o nome de devoção ao corpo e sangue de Cristo na forma de pão e vinho consagrados. Muitas vezes é exibido num ostensório, uma peça dourada e ornamentada.