Mundo

Obama diz que não serão os EUA a decidir futuro de Cuba

Obama diz que não serão os EUA a decidir futuro de Cuba

O Presidente norte-americano, Barack Obama, afirmou, esta segunda-feira, em Havana, que este é um "novo dia" para as relações entre Cuba e os Estados Unidos, saudando o "espírito de abertura" do seu homólogo Raul Castro.

O líder norte-americano, que está a realizar uma visita oficial a Cuba, falava numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente cubano.

Após uma reunião bilateral de cerca de três horas com o homólogo cubano, Obama frisou que "o destino de Cuba não será decidido pelos Estados Unidos ou por qualquer outro país".

O futuro de Cuba "será decidido pelos cubanos", reforçou Obama, sublinhando, no entanto, que Washington vai continuar a pronunciar-se sobre as questões dos Direitos Humanas e das liberdades individuais.

Outros Artigos Recomendados