O Jogo ao Vivo

Mundo

Obama e Sarkozy apanhados a dizer mal do primeiro-ministro de Israel

Obama e Sarkozy apanhados a dizer mal do primeiro-ministro de Israel

Um erro da organização do G20 tornou possível que uma conversa privada entre Nicholas Sarkozy e Barack Obama tenha sido ouvida e transcrita por jornalistas, segundo os quais o presidente francês chamou "mentiroso" ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Os jornalistas ouviram quando Nicholas Sarkozy chamou mentiroso ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e escreveram-no. Primeiro o "Le Monde", sem reproduzir as palavras exactas, o "Arrete sur Images", depois: "Não posso mais vê-lo. É um mentiroso", disse Sarkozy.

E Obama respondeu: "Pode estar cansado dele, mas eu tenho de lidar com ele todos os dias".

Segundo o site "Arrête sur images", a conversa começou quando Obama chamou à atenção de Sarkozy pelo facto de a França ter apoiado a adesão da Palestina à Unesco, ao contrário dos EUA, que suspenderam, inclusive, o financiamento à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

Pelo menos seis jornalistas ouviram a troca de palavras entre os dois estadistas, ajudados pelo equipamento de tradução simultânea distribuído antes da conferência de Imprensa conjunta, em Cannes.

Os jornalistas decidiram não divulgar a conversa, por não a terem conseguido gravar. Mas, agora, o "Arrête sur images" avançou com, a notícia, que está a correr mundo.

Sexta-feira, França confirmou que se absterá no caso de uma votação no Conselho de Segurança sobre a adesão do estado palestiniano ma ONU.

Outras Notícias