EUA

Objeto misterioso encontrado no deserto de Utah poderá ser obra de John McCracken

Objeto misterioso encontrado no deserto de Utah poderá ser obra de John McCracken

Obra de extraterrestres, de algum fã do filme "2001: Odisseia no Espaço" de Stanley Kubrick ou do artista minimalista John McCracken, as teorias à volta da origem do estranho "monólito" de metal encontrado em pleno deserto de Utah, nos EUA, inundaram as redes sociais. Agora, o galerista que representa a obra de McCracken diz acreditar que a obra é deste escultor, que viveu no Novo México antes de morrer.

Foi durante a viagem de helicóptero de uma equipa da Divisão de Recursos da Vida Selvagem do Utah, na passada quarta-feira, que o estranho objeto de metal foi descoberto numa zona remota do deserto, enquanto sobrevoavam a paisagem de rochas avermelhadas. A missão dos técnicos era contabilizar a população de carneiros selvagens na região, mas a viagem tornou-se célebre pela insólita descoberta que tem corrido o mundo. A estranha estrutura de metal reluzente com 3 a 3,6 metros de altura, incrustada na pedra, chamou a atenção do biólogo a bordo desde o ar.

Como não há informações relativas à origem do objeto misterioso, não tardaram a surgir as mais insólitas teorias. O Departamento de Segurança Pública de Utah divulgou as imagens do "monólito" metálico e questionou nas redes sociais o que poderia estar por detrás dele. Houve quem sugerisse em jeito de brincadeira que se tratava de um sinal da presença de extraterrestres, mas também quem considerasse ser apenas uma instalação artística ou ainda referisse o "2001: Odisseia no Espaço", uma vez que na obra surgem imponentes monólitos, criados por uma espécie alienígena.

Para o jornal "The Art Newspaper" o objeto assemelha-se às "esculturas de prancha independente" do artista minimalista John McCracken, que viveu no estado do Novo México (junto ao do Utah) antes de morrer em 2011 e cujo trabalho é representado pela David Zwirner Gallery.

Um porta-voz desta galeria disse inicialmente a alguns meios de comunicação social que, embora não fosse uma obra do falecido artista americano, suspeitavam que fosse uma obra de outro artista em homenagem a McCracken. Contudo, "a galeria está dividida" quanto ao tema, explicou entretanto David Zwirner ao "The New York Times". "Eu acredito definitivamente que é de John [McCracken]", afirmou.

PUB

"Quem poderia acreditar que 2020 nos traria mais uma surpresa? Logo quando achávamos que já tínhamos visto tudo. Parece isto", acrescenta Zwirner. Questionado pela reportagem daquele diário norte-americano, o escultor de metal Dan Toone, sediado em Salt Lake City, negou qualquer envolvimento no assunto.

Estrutura montada na pedra

Segundo o porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Utah, o tenente Street, as autoridades acreditam tratar-se de "uma instalação artística de alguém ou uma tentativa disso". De acordo com este, o "monólito" (em referência à obra "2001: Odisseia no Espaço") parece ser de aço inoxidável, montado com recurso a "rebites feitos pelo homem" e incrustado na rocha, sendo a profundidade ainda um mistério.

"Alguém se deu ao trabalho de usar algum tipo de ferramenta de corte de concreto ou algo para escavar quase na exata medida do objeto e encaixá-lo muito bem", explica. "É estranho", diz, admitindo, contudo, existirem estradas por perto.

Ainda segundo o tenente Street, as autoridades não fazem ideia de há quanto tempo o misterioso "monólito" de metal está naquele lugar, embora acreditem estar ali instalado já "desde os anos 40 ou 50".

A instalação de estruturas ou obras de arte sem autorização em terras públicas administradas pelo governo federal é ilegal, recorda o Departamento de Segurança Pública. Cabe agora ao Departamento de Gestão de Terras decidir se investiga o assunto ou se remove o objeto de origem desconhecida no caso de, por exemplo, afetar a vida selvagem.

A localização exata da estrutura de metal não foi revelada pelas autoridades, para evitar que os aventureiros amadores se deslocassem àquela região de terreno muito acidentado e rochoso e aí ficassem presos, necessitando de ser resgatados.

Quanto à missão original da equipa que descobriu o "monólito" misterioso, foi "um sucesso", disse o responsável pela divisão dedicada à vida selvagem. "As ovelhas estão bem. Têm uma população robusta", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG