O Jogo ao Vivo

Mundo

Oficial do "Titanic" minimizou a tragédia para receber dinheiro do seguro

Oficial do "Titanic" minimizou a tragédia para receber dinheiro do seguro

Um oficial que sobreviveu à tragédia do "Titanic", em 1912, mentiu sobre a gravidade do acidente para receber uma indemnização de 3,6 milhões de euros da companhia de seguros.

O documento que contém o relato de Charles Lightoller à campanhia de seguros do "Titanic" será leiloado em Inglaterra no dia 26 de abril e poderá atingir 14.500 euros, estima a casa Henry Aldridge and Son. O leilão assinala o 102.º aniversário da tragédia.

Nesse relato, Lightoller diz que sentiu "um ligeiro embate" quando o navio transatlântico chocou contra "um pequeno iceberg", minimizando claramente a dimensão da colisão. O "ligeiro" choque acabaria por causar mais de 1500 mortes na madrugada de 15 de abril de 1912, quando realizava a viagem inaugural entre Southampton, no Sul de Inglaterra, e Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Lightoller era o mais veterano dos oficiais do "Titanic" que sobreviveram à tragédia. Em declarações à seguradora, o responsável tentou ainda ilibar a tripulação de qualquer responsabilidade.

"Não há nada semelhante a este documento, já que fomos incapazes de encontrar outra declaração original que correspondesse à reclamação de seguros", disse Andrew Aldridge.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG