Guerra

ONU alerta para continuados ataques contra civis na Síria

ONU alerta para continuados ataques contra civis na Síria

A ONU alertou quarta-feira para os continuados ataques contra civis na Síria e para a preocupante situação humanitária que se vive no país.

Stephen O'Brien, o chefe da ajuda humanitária da ONU, avisou no Conselho de Segurança que as necessidades da população continuam por garantir há meses e em vários casos há anos.

"Devemos lembrar o que se perdeu e o abismo do qual a Síria terá de emergir", disse Stephen O'Brien, na sua análise mensal à situação do país.

Segundo a ONU, a maior parte da população síria - cerca de 13,5 milhões de pessoas - precisa de proteção e ajuda humanitária e quase 85% do país vive na pobreza.

Desde 2011, mais de metade dos sírios viram-se a obrigados a fugir das suas casas, com 6,3 milhões de pessoas deslocadas internas e quase cinco milhões registados como refugiados em países vizinhos e 1,2 milhões pediram asilo na Europa.

Apesar de atualmente estar em vigor uma trégua na maior parte do país, O'Brien expressou preocupação com os "ataques significativos" contra civis, que continuam "com aparente impunidade".

Stephen O'Brien disse também que a entrega de ajuda humanitária continuar a enfrentar inúmeros obstáculos, voltando a acusar o regime sírio de Bashar al-Assad.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG