Venezuela

Oposição denuncia prisões de manifestantes na Venezuela

Oposição denuncia prisões de manifestantes na Venezuela

A oposição venezuelana acusou o governo do presidente Nicolás Maduro de promover prisões em massa de manifestantes, que desde segunda-feira protestam contra os resultados das eleições e exigem uma recontagem dos votos.

A deputada da oposição Delsa Solorzano referiu que 242 manifestantes foram detidos desde segunda-feira e durante os protestos promovidos pelo candidato derrotado, Henrique Capriles.

"Não sabíamos que exibir tachos ou panelas era um ato de terrorismo", disse a deputada citada pela agência noticiosa Efe, ao denunciar 91 detenções no estado de Carabobo (nordeste), 44 em Barinas (oeste), 70 em Lara (noroeste), 35 no estado de Monagas (nordeste) e duas em Sucre. A maioria dos detidos já foi libertada.

Em conferência de imprensa, Solorzano assegurou que os detidos no estado de Lara "foram torturados". Terão sido acusados, segundo precisou, de "posse de tachos, associação ilícita, rebelião, obstrução da via pública e terrorismo".

A deputada afirmou ainda que uma centena de funcionários públicos se queixaram de perseguições no local de trabalho por suspeita de não terem votado em Maduro.

O delfim do falecido presidente Hugo Chávez foi proclamado vencedor das eleições de 14 de abril com uma vantagem de 1,8%, sob Capriles, com a oposição a exigir uma recontagem dos votos e a organizar protestos que segundo o Governo provocaram oito mortos.

As autoridades de Caracas acusaram designadamente o candidato da oposição de responsabilidade nas violências que provocaram oito mortos durante as manifestações na noite de segunda-feira, e acusaram as forças oposicionistas de tentativa de "golpe de Estado".

Este sábado, o novo presidente da Venezuela deslocou-se ao tumulo do seu antecessor Hugo Chávez, juntando-se à presidente da Argentina Cristina Kirchner, que também prestou homenagem ao antigo dirigente, vítima de um cancro em 5 de março após ter liderado o país durante 14 anos.

Outras Notícias