Rússia

Opositor de Putin Alexei Navalny enviado para a prisão por tribunal russo

Opositor de Putin Alexei Navalny enviado para a prisão por tribunal russo

Um tribunal de Moscovo ordenou a prisão do crítico do Kremlin Alexei Navalny, prendendo o opositor mais conhecido do presidente Vladimir Putin e desafiando os protestos em massa na Rússia e fora do país. Em causa estará o incumprimento de uma liberdade condicional determinada em 2014, num caso que Navalny considera ter sido motivado politicamente.

A decisão de transformar uma sentença suspensa de 2014 em pena de prisão efetiva fará com que Navalny, um activista anti-corrupção de 44 anos, que acusa o Kremlin de o ter envenenado no ano passado, cumpra pela primeira vez uma longa pena de prisão.

Esta sentença deverá desencadear novos protestos, depois de milhares de pessoas se terem juntado a manifestações a nível nacional nos últimos dois fins de semana, e que inflame ainda mais tensões com os governos ocidentais, que têm vindo a exigir a sua libertação.

A juíza Natalya Repnikova ordenou que a pena suspensa de três anos e meio de Navalny, que tinha sido condenado por fraude em 2014, fosse comutada para tempo numa colónia penal, disse um jornalista da AFP no tribunal.

Repnikova considerou que o tempo que Navalny passou anteriormente sob prisão domiciliária na sentença contaria como tempo cumprido e, de acordo com a sua equipa, isso significa que o russo passará, pelo menos, dois anos e meio na cadeia.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG