Exclusivo

Os "radicais conservadores" que agora influenciam Putin

Os "radicais conservadores" que agora influenciam Putin

O grupo de homens que orbita a esfera política de Vladimir Putin, e onde se encontram os principais oficiais de segurança russos, é o mesmo que se senta à mesa do líder russo na hora de tomar decisões importantes sobre questões fraturantes como é a relação cada vez mais inflamada com a Ucrânia.

As posições manifestadas pelos "radicais conservadores" que formam o círculo íntimo de Putin em opiniões publicadas recorrentemente pela imprensa russa, assumidamente pressionada por Moscovo, são ainda mais reacionárias do que as do próprio homem-forte do país.

A descrição incisiva transcrita entre aspas pertence a Konstantin Remchukov, chefe de um jornal de Moscovo com ligações ao Kremlin, que expõe uma tentativa coletiva por parte da elite de segurança russa "de formar uma contra-ideologia" com base numa visão do mundo "conservadora e reacionária", já que Putin, que posiciona "num centro conservador", "não tem ideologia". "A ideia-chave é que todos estão contra a Rússia", disse o jornalista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG