Guerra na Ucrânia

Ossétia do Norte restringe veículos para travar êxodo de russos

Ossétia do Norte restringe veículos para travar êxodo de russos

A região russa da Ossétia do Norte, na fronteira com a Geórgia, restringiu a entrada de automóveis no seu território depois de se terem formado gigantescas filas de trânsito de russos que pretendiam escapar à mobilização de reservistas.

O dirigente máximo da região, Sergey Menyaylo, assinou um decreto "que restringe a entrada de veículos de passageiros no território da Ossétia do Norte", excetuando turistas e residentes, divulgou o governo regional na sua conta na rede social Telegram.

Pela nova ordem, poderão entrar pessoas que se dirigem a campos de férias ou outras instalações turísticas e é decretado um estado de alerta em vários distritos, incluindo na capital regional, Vladikavkaz.

PUB

As restrições vão complicar o trajeto entre Vladikavkaz e a capital da Geórgia, Tbilissi, que fica a 200 quilómetros a sul, e onde muitos cidadãos russos chegaram desde que o presidente, Vladimir Putin, decretou uma mobilização parcial de reservistas para irem combater na Ucrânia, que a Rússia invadiu a 24 de fevereiro.

Dezenas de milhares de russos partiram para a Geórgia, Cazaquistão e Mongólia desde a semana passada, um êxodo que obrigou os serviços de segurança russos a instalar um gabinete móvel na fronteira com a Geórgia para intercetar reservistas que querem escapar à mobilização.

De acordo com o Ministério do Interior da Geórgia, cerca de 10 mil cidadãos russos estão a atravessar diariamente a fronteira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG