O Jogo ao Vivo

Escócia

Pai contrata 12 empregados para ajudar filha na Universidade

Pai contrata 12 empregados para ajudar filha na Universidade

Um bilionário indiano colocou um anúncio para contratar 12 pessoas, que formarão o "staff" que vai ajudar a filha na entrada para a universidade, na Escócia.

Jarvis Cocker escreveu, há mais de 20 anos, uma das músicas mais conhecidas da banda britânica Pulp. Em "Common People" (Pessoas comuns), retratava os anseios de uma jovem grega, filha de um bilionário, que foi estudar para o Reino Unido, que quereria viver de forma simples.

"Quero viver como as pessoas comuns", canta Jarvis Cocker. A jovem retratada será Danea Stratou, filha de um milionário grego e mulher do ex-ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, que quereria ser apenas mais uma entre os criativos alunos do Colégio St. Martins.

Uma vida comum que, pelo menos para já, está vedada, por vontade paternal, a uma jovem indiana inscrita na prestigiada Universidade de St. Andrews, na Escócia.

A jovem, filha de um bilionário indiano, vai viver numa mansão perto da universidade e não vão faltar-lhe mordomias. Conta o jornal britânico "The Sun" que a família está a contratar 12 pessoas para ajudar a rapariga durante os quatro anos previstos do curso.

Com um salário anual a rondar as 30 mil libras por ano, a família da jovem procura uma criada pessoal, um motorista, três lacaios, três governantas, um jardineiro (presume-se a a mansão terá jardim) e, algo fundamental nos dias de hoje, um "chef" pessoal para lhe confecionar as refeições. Nada de massa com atum ou salsichas, ementas ordinárias da vida universitária das pessoas comuns.

Segundo o anúncio, colocado na empresa de recursos humanos Silver Swan, os deveres dos empregados incluem "acordar" a menina, ajudá-la a vestir-se e arranjar-se para sair, gerir o guarda-roupa e colaborar nas compras. E claro, uma "lady" merece: "sempre que possível" abrir a porta à patroa.