Mundo

Pai do suspeito "chocado" ao descobrir fotos do filho nos jornais

Pai do suspeito "chocado" ao descobrir fotos do filho nos jornais

O pai do suspeito dos dois ataques na Noruega, que na sexta-feira fizeram mais de 90 mortos, disse ter ficado "chocado" ao descobrir a foto do filho em jornais online.

"Eu li as notícias na Internet e de repente vi o nome dele e a foto. Foi um choque", disse o pai de Anders Breivik Behring, que actualmente vive em França, segundo o jornal norueguês "Verdens Gang".

O pai, divorciado da mãe do suspeito desde o seu nascimento, disse que perdeu contacto com o filho desde 1995, quando este tinha 15 ou 16 anos, e assegurou não ter qualquer conhecimento das actividades de Behring.

"Nós nunca vivemos juntos, mas tivemos algum contacto durante a sua infância", disse o norueguês.

"Quando ela era mais jovem, era um rapaz normal, mas fechado. Não se interessava por política", acrescentou sobre o filho.

Na sexta-feira, a explosão de um carro-bomba no centro governamental de Oslo e um tiroteio num campo de férias organizado pelo Partido Trabalhista, na ilha de Utoeya, a 40 quilómetros da capital da Noruega, causou 93 mortos, segundo as informações mais recentes.

Anders Breivik Behring, de 32 anos e com ligações à extrema-direita, é o principal suspeito da polícia e já garantiu ter agido sozinho num plano decidido há algum tempo.