Esperança

Pai e filha que riam das bombas na Síria escapam à guerra e estão na Turquia

Pai e filha que riam das bombas na Síria escapam à guerra e estão na Turquia

O vídeo de Abdullah al-Mohamed a rir-se com a filha Salwa, de três anos, sempre que ouviam uma explosão na Síria tornou-se viral na Internet. A família foi contactada pelas autoridades turcas e conseguiu escapar à guerra.

Ninguém ficou indiferente à tentativa de um pai para evitar que a filha ficasse com traumas devido aos bombardeamentos que escutava no país natal, a Síria. O vídeo de Abdullah al-Mohamed a rir-se com a filha Salwa sempre que ouviam explosões ultrapassou fronteiras e foi escutado e visto por milhares de pessoas. A família conseguiu sair da cidade onde morava em Saraqib, na província de Idlib (uma das mais fustigadas pela guerra), mas mesmo na nova residência não escapava ao caos. Este "jogo" criado pelo pai era uma espécie de esquecimento à guerra que os atormentava.

Abdullah al-Mohamed e Salwa estavam a cerca de 12 quilómetros da fronteira com a Turquia. A família foi contactada pelas autoridades turcas que os ajudou a entrar no país governado por Recep Tayyip Erdogan. "Estamos longe da guerra, não há explosões, não há aviões, não há morte. É um novo lugar, não tenho emprego, mas estou feliz", disse Abdullah al-Mohamed ao jornal "El País", que voltou a reunir-se com alguns membros da família e vive atualmente em casa de amigos. Estima-se que vivam 3,5 milhões de refugiados sírios na Turquia.

O pai da pequena Salwa, de três anos, adianta ainda que as autoridades lhes concederam vistos de refugiados, já que "não concedem residência a ninguém". A Turquia está atualmente envolvida no conflito na Síria, tal como a Rússia: Ancara apoia as forças rebeldes, enquanto Moscovo "reforça" o regime sírio do presidente Bashar al-Assad.

Os dois países medem forças na província de Idlib, que está atualmente sob avanço das forças sírias. A guerra desencadeada em 2011 na Síria provocou cerca de 380 mil mortos e milhões de deslocados e refugiados.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG