Espanha

Pai e filhos encontrados mortos em piscina de hotel não sabiam nadar

Pai e filhos encontrados mortos em piscina de hotel não sabiam nadar

O Instituto de Medicina Legal de Málaga concluiu que as três pessoas encontradas sem vida em piscina de hotel, em Málaga, na Espanha, não sabiam nadar. Gabriel Diya, de 52 anos, e os filhos Praise Emmanuel e Comfort, de 16 e 9 anos morreram na véspera de Natal, 24 de dezembro.

De acordo com o "El País", o Instituto de Medicina Legal de Málaga fez a autópsia dos três corpos esta quarta-feira. A conclusão do organismo é a de que o pai e os dois filhos, de 16 e 9 anos, tenham morrido afogados. O Instituto de Medicina Legal não encontrou nenhum indício de contusão (lesão por pancada) ou intoxicação.

Apesar das novas informações, ainda se esperam os resultados do Instituto Nacional de Toxicologia de Sevilha. Contudo, uma das filhas terá dito que os familiares não sabiam nadar.

Gabriel Diya, de 52 anos, e os filhos Praise Emmanuel e Comfort, de 16 e 9 anos, foram encontrados sem vida na piscina do hotel Club La Costa World, em Málaga, na Espanha. O incidente terá acontecido após o pai e o filho terem tentado ajudar a filha que estavam com dificuldades na água.

Foram encontrados pela mãe que deu o alerta aos serviços de emergências. As autoridades estão a investigar possíveis anomalias do equipamento do hotel.