Ataques

Palestina lança 150 projéteis de Gaza e Israel responde com bombardeio

Palestina lança 150 projéteis de Gaza e Israel responde com bombardeio

Cerca de 150 projéteis foram lançados, este sábado, a partir da Faixa de Gaza para Israel, provocando uma reação da força aérea israelita que atacou duas rampas de lançamento de "rockets" no enclave palestiniano. Um jovem miliciano do movimento Hamas morreu.

Dezenas de mísseis foram intercetados pelo sistema de defesa antimíssil israelita, outros caíram em espaços abertos e foram retirados por efetivos da Polícia, que aumentou as medidas de segurança na zona sul e a presença de patrulhas nas cidades, informou um comunicado das autoridades israelitas.

Em resposta aos lançamentos, "tanques do exército israelita atacaram várias posições militares pertencentes à organização terrorista Hamas", depois da força aérea israelita ter atacado duas rampas de lançamento de foguetes no enclave palestiniano, anunciou o exército israelita.

Segundo o ministério da Saúde palestiniano, Mohamad Naser, de 22 anos, que fontes do Hamas identificaram como miliciano do movimento, morreu durante um dos bombardeamentos israelitas no norte da Faixa de Gaza. Além desta vítima palestiniana, só há informação de um ferido ligeiro israelita, que se feriu quando corria para um refúgio.

Esta escalada de violência segue-se às manifestações de sexta-feira, as mais violentas das últimas semanas, desde se iniciaram em março do ano passado, para reivindicar o regresso dos refugiados e o fim do bloqueio.

Na sexta-feira, morreram dois palestinianos, abatidos pelos disparos de tropas israelitas estacionadas na zona divisória.

Israel, que como a União Europeia ou os Estados Unidos, considera o Hamas uma organização terrorista, mantém o enclave sob bloqueio desde que os islamitas assumiram o poder em 2007 e responsabiliza-os pela violência procedente da Faixa de Gaza.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG