Cisjordânia

Palestiniano de 15 anos baleado por soldados israelitas morreu

Palestiniano de 15 anos baleado por soldados israelitas morreu

Um adolescente palestiniano baleado, na quarta-feira, por soldados israelitas morreu devido aos ferimentos, anunciou o Ministério da Saúde palestiniano.

Os militares israelitas afirmaram na quarta-feira que um soldado destacado perto de um colonato selvagem nos arredores da cidade de Nablus, na Cisjordânia ocupada, tinha disparado sobre um palestiniano.

Segundo o exército de Israel, o soldado viu um grupo de palestinianos que se aproximava e um deles "lançou um objeto suspeito, que explodiu ao lado do soldado". Este disparou para o ar e depois contra o palestiniano que atirou o objeto, adiantou.

O Ministério da Saúde palestiniano identificou o palestiniano morto como Ahmad Shamsa, de 15 anos.

Na quarta-feira, militares israelitas mataram a tiro uma palestiniana que, segundo o exército, tentou atropelar um grupo de soldados que guardava um estaleiro de obras na Cisjordânia ocupada, em Hizma, a norte de Jerusalém.

Num comunicado, o exército de Israel indicou que os soldados dispararam sobre a mulher quando esta saiu do carro e empunhou uma faca.

PUB

O comunicado não refere quão próxima a mulher estava dos soldados e o exército não divulgou qualquer fotografia ou vídeo do incidente.

A agência oficial palestiniana Wafa confirmou a morte e identificou a mulher como Mai Khaled Yussef Afana, 29 anos, da cidade de Abu Dis, perto de Jerusalém.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG