Ramalho Eanes

Ramalho Eanes condecorado por Matan Ruak, Cavaco distingue timorenses

Ramalho Eanes condecorado por Matan Ruak, Cavaco distingue timorenses

O Presidente timorense, Taur Matan Ruak, condecorou, esta segunda-feira, o ex-Presidente da República António Ramalho Eanes com o Grande Colar da Ordem de Timor-Leste "pela sua ação solidária" com o país.

"Recordo a expedição da 'Lusitânia Expresso', a que o sr. general deu apoio generoso e desinteressado, incluindo com a sua presença a bordo", justificou Taur Matan Ruak, lembrando que em 1992, aquele nacvio atravessou oceanos para dar a conhecer ao mundo a causa timorense.

O Grande Colar da Ordem de Timor-Leste é atribuída apenas a chefes de Estado ou ex-Presidentes da República.

Por seu lado, o Presidente português, Aníbal Cavaco Siva, distinguiu três personalidades timorenses, entre as quais o presidente do Tribunal de Recurso, o juiz desembargador Cláudio Ximenes, com a Grã-Cruz da Ordem do Infante Dom Henrique.

"A ponte que personificou entre os sistemas judiciais dos dois países, mediante, por um lado, a promoção do intercâmbio entre magistrados e, por outro, o acolhimento nos tribunais de Timor-Leste de juízes portugueses, constitui uma expressão eloquente da cooperação entre os nossos dois povos", destacou o chefe de Estado.

Cavaco Silva condecorou ainda com a Comenda da Ordem do Mérito a presidente do Conselho de Curadores da Fundação Fraternidade Franciscana da Divina Providência, Maria da Luz Henriques, pelo Centro Comunitário criado para ajudar crianças e adolescentes, e o fundador do Centro de Apoio à Saúde S. João de Deus, Vítor Manuel Lameiras Monteiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG