Mundo

UNITA faz contagem paralela dos votos

UNITA faz contagem paralela dos votos

A UNITA, segundo partido mais votado nas eleições gerais de sexta-feira em Angola, anunciou, esta segunda-feira, que está a proceder a uma contagem paralela dos votos e que vai fazer uma declaração final sobre o escrutínio, em data a marcar.

"A UNITA está a acompanhar atentamente a divulgação dos resultados provisórios pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE) e a seu tempo fará um pronunciamento sobre os mesmos", lê-se num comunicado divulgado esta segunda-feira.

A União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) acrescenta que está a proceder a uma "contagem paralela", com base em cópias de atas das operações eleitorais assinadas pelos representantes dos partidos nas mesas de voto.

O objetivo é comparar os dados obtidos com os dados da CNE.

"No geral, a UNITA manifesta a sua preocupação com a discrepância notória entre o número de eleitores registados e o número de votantes confirmados, até a presente data da divulgação dos resultados provisórios, que não podem caber na única designação de abstenção", salientou.

Nas legislativas de 2008, a UNITA elegeu 16 deputados, tendo então obtido 670.363 votos (10,39%).

Segundo os últimos resultados provisórios, divulgados às 19.36 horas de domingo pela CNE, a UNITA totaliza até ao momento 967.278 votos (18,47%).

PUB

Os mesmos dados indicam que o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), no poder desde a independência, ganhou as eleições com 72,24% dos votos, enquanto a Convergência Ampla para a Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE) concentrava 5,91%, em terceiro lugar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG