Vaticano

Papa Francisco pede aos pais que não condenem filhos homossexuais

Papa Francisco pede aos pais que não condenem filhos homossexuais

O Papa Francisco pediu esta quarta-feira aos pais com filhos homossexuais que não os condenem, apoiando, sim, a sua escolha.

O Chefe da Igreja Católica defendeu, numa audiência semanal, no Vaticano, que quando os filhos têm "orientações sexuais diferentes", é preciso "acompanhá-los" e evitar "atitudes de condenação".

Não é a primeira vez que o Papa Francisco fala sobre o tema. Já em outubro de 2020, num documentário, defendeu o casamento civil entre casais do mesmo sexo.

"As pessoas homossexuais têm o direito de pertencer a uma família. São filhos de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deve ser expulso ou condenado por isso", apontou, na altura.

"O que temos de criar é uma lei de união civil. Dessa forma, estarão legalmente abrangidos", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG