Vaticano

Papa Francisco substitui bispo australiano acusado de má conduta sexual

Papa Francisco substitui bispo australiano acusado de má conduta sexual

O Papa Francisco substituiu, este sábado, um bispo australiano que renunciou durante uma investigação do Vaticano sobre suspeitas de má conduta sexual.

O Vaticano disse que Francisco aceitou a renúncia do bispo Christopher Alan Saunders como chefe da diocese de Broome, no oeste da Austrália. Francisco nomeou outro prelado, o bispo Michael Henry Morrissey da diocese de Geraldton, para administrar temporariamente a extensa diocese católica de Broome.

O Vaticano não apresentou uma razão para substituir Saunders, como já é habitual nestes casos.

Saunders negou veementemente qualquer delito e ofereceu-se voluntariamente para se afastar do cargo, segundo os meios de comunicação australianos. A "Australian Broadcasting Corp." relatou no início deste ano que a polícia e os procuradores decidiram não apresentar acusações criminais.

Os paroquianos da diocese foram informados, em maio, de que a investigação do Vaticano estava em andamento, de acordo com relatos dos meios de comunicação australianos.

Após décadas de escândalos de abuso sexual em muitas nações, o Papa Francisco prometeu eliminar o clero ligado aos crimes sexuais. Casos envolvendo bispos que sistematicamente protegeram esses padres também levaram Francisco a tentar reconstruir a confiança perdida de muitos fiéis, prometendo trazer a responsabilidade à hierarquia da Igreja.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG