Vaticano

Papa não preside à Vigília Pascal devido a dor no joelho

Papa não preside à Vigília Pascal devido a dor no joelho

O Papa não preside, este sábado, à Vigília Pascal, devido a uma dor no joelho direito, que o impede de ficar muito tempo de pé, sendo a cerimónia do Sábado Santo na Basílica de São Pedro presidida pelo cardeal Giovanni Battista.

Assim, na cerimónia - um dos ritos mais longos e simbolicamente carregados da tradição na Igreja Católica, na qual se celebra a espera da ressurreição de Jesus - Francisco irá apenas ler a homília e batizará sete adultos. A Vigília Pascal teve início pelas 19.30 horas locais (18.30 horas em Portugal continental).

A gonalgia, a dor no joelho direito, de que o chefe católico sofre há meses, impede-o de realizar os diferentes ritos desta cerimónia, após os esforços da Quinta e da Sexta-feira Santas, mas no domingo o Papa deverá celebrar a missa da Ressurreição e transmitir a bênção Urbi et Orbi da varanda da galeria central da Basílica de São Pedro.

Francisco sentou-se na primeira fila, perante os quase seis mil fiéis que encheram este ano a basílica, após as restrições da pandemia de covid-19 em 2020 e 2021.

A cerimónia começou com a bênção do fogo. Acendeu-se a vela pascal e a vela foi marcada com a inscrição das primeiras e últimas letras do alfabeto grego - alfa e ómega -, simbolizando que Deus é o princípio e o fim.

Depois, iniciou-se a procissão, com a entrada dos concelebrantes em total silêncio e no escuro, para representar a ausência de luz após a morte de Jesus Cristo.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG