Rússia

Partido de Putin propõe data para referendar anexação de territórios ucranianos

Partido de Putin propõe data para referendar anexação de territórios ucranianos

O partido no poder na Rússia propôs, esta quarta-feira, a realização de um referendo em novembro, com vista a anexação de territórios ucranianos ocupados.

O Rússia Unida propõe a data de 4 de novembro para a realização da votação, adianta a agência France Presse.

PUB

"Seria correto e simbólico" realizar as votações a 4 de novembro, Dia da Unidade Nacional da Rússia, disse o secretário-geral do partido, Andrey Turchak, no seu website.

Após as votações, "Donetsk, Lugansk e muitas outras cidades russas irão finalmente regressar ao seu porto de origem. E o mundo russo, agora dividido por fronteiras formais, recuperará a sua integridade".

"Vamos preparar-nos para esta data precisa... mesmo que estejamos prontos para que este referendo se realize agora mesmo", disse um alto funcionário pró-russo na região de Kherson, Kirill Stremousov, à agência noticiosa russa TASS, na sequência do anúncio.

Putin reconheceu as regiões de Donetsk e Lugansk, da Ucrânia Oriental, como independentes antes de lançar a ofensiva militar russa a 24 de fevereiro e, desde então, o exército russo assumiu o controlo de várias áreas do sul da Ucrânia, incluindo Kherson.

Há várias semanas que as autoridades instaladas em Moscovo discutem planos de referendo para trazer os territórios ocupados para a Rússia - tal como aconteceu com a anexação da Crimeia em 2014.

Moscovo está também a avançar com uma campanha para aproximar os territórios da Rússia, por exemplo, através da emissão de passaportes russos aos residentes locais.

Na segunda-feira, Stremousov tinha insinuado a existência de atrasos nos planos de referendo no meio de uma contraofensiva ucraniana para reconquistar Kherson.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG