O Jogo ao Vivo

Mundo

Partido independentista basco Sortu lançado oficialmente em Espanha

Partido independentista basco Sortu lançado oficialmente em Espanha

O partido independentista basco Sortu, criado por militantes do ex-partido proibido Batasuna, foi este sábado lançado oficialmente em Pamplona (norte de Espanha).

Cerca de 300 delegados do País Basco espanhol e francês reuniram-se para o congresso fundador do Sortu, tendo escolhido para fazerem parte dos seus principais responsáveis alguns antigos dirigentes do Batasuna, interdito em Espanha desde 2003 e que se dissolveu em França em janeiro.

"A liberdade plena é o nosso objetivo", declarou o novo presidente do partido, Hasier Arrais Barbadillo, de 39 anos, ex-membro do Batasuna.

Arnaldo Otegi, antigo dirigente do partido proibido e detido desde 2009, foi hoje eleito secretário-geral do Sortu, tendo declarado numa carta que "os Estados espanhol e francês continuam a negar a condição nacional do Euskal Herria (País Basco) e o seu direito à autodeterminação".

Otegi cumpre uma pena de seis anos de prisão por ter tentado reconstituir a direção do Batasuna e outros nomes deste antigo partido, como Rufi Etxeberria e Joseba Permach, foram designados para cargos de responsabilidade no Sortu.

Devido aos seus laços com o Batasuna, o Sortu foi inicialmente proibido pela justiça espanhola em 2011, antes de ser legalizado em junho de 2012 por decisão do Tribunal Constitucional.

A esquerda independentista radical basca têm-se consolidado na cena política espanhola à medida que o grupo armado ETA enfraquece.

A organização separatista basca anunciou a 20 de outubro de 2011 que acabava com a violência, mas tem recusado dissolver-se e entregar as armas como exigem os governos espanhol e francês.

Classificada como organização terrorista pela União Europeia e pelos Estados Unidos, a ETA é considerada responsável pela morte de 829 pessoas em mais de 40 anos de luta pela independência do País Basco.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG