"Estaleiro de obras"

Passageiros relatam problemas a bordo do maior navio do Mundo

Passageiros relatam problemas a bordo do maior navio do Mundo

A viagem inaugural do maior navio de cruzeiro do Mundo foi um pesadelo para alguns dos passageiros. Há relatos, e imagens, de urinóis entupidos, buracos no chão entre outros problemas.

Através das redes sociais, passageiros descontentes revelam que o maior navio de cruzeiro do Mundo, o "Harmony of the seas" é "um estaleiro de obras" sobre água.

Há relatos, e imagens, de urinóis entupidos, buracos no chão, tubagens à mostra ou tapetes encharcados.

PUB

Uma cliente mostrou a janela da cabine em que viajou, tapada com fita de obras. Numa outra foto, uma passageira denuncia a falta de um vidro de segurança, num dos andares do navio.

"Foi um caos, estão sobrecarregados e impreparados", contou David Mitchell, um reformado de 73 anos que pagou cerca de 1300 euros para fazer a viagem inaugural do "Harmony of the Seas", entre Southamptom, Inglaterra, e Roterdão, na Holanda.

"Havia homens a trabalhar em tudo quanto era sítio e muitas das atrações não estavam a funcionar", acrescentou David Mitchell, citado pelo jornal britânico "The Telegraph".

"Havia filas para os bares, para a sala de jantar e havia tanta gente para reclamar que tiveram de pôr barreiras", acrescentou.

A empresa dona do navio, a Royal Caribbean, admitiu que estavam em curso "retoques de última hora" durante a viagem inaugural, que acomodou cerca de seis mil passageiros.

"Como sempre, a prioridade para a Royal Caribbean é a segurança dos nossos passageiros e tripulação e qualquer manutenção final está a ser feita de acordo com regras restritas de segurança", disse um porta-voz da empresa.

Nas redes sociais há, também, muitos passageiros a elogiar o navio. Mostram fotos das refeições, das atividades a bordo e dos espetáculos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG