Aviação

Desmaios e vómitos entre passageiros retidos em avião sem ar condicionado

Desmaios e vómitos entre passageiros retidos em avião sem ar condicionado

Passageiros de um voo da companhia aérea Thomas Cook, que ia de Zaquintos, Grécia, para Londres, Inglaterra, foram obrigados a esperar três horas pela descolagem dentro do avião sem ar condicionado ligado..

O voo MH1805 estava previsto partir às 14 horas da tarde de segunda-feira do Aeroporto de Zaquintos rumo ao Aeroporto de Stansfed, Londres.

De acordo com o jornal britânico "The Independent", foi dito aos passageiros que era necessário reabastecer o avião, o que resultou num atraso inicial do serviço. Quando as pessoas puderam embarcar, foi-lhes pedido que permanecessem sentados. Durante três horas, os passageiros ficaram confinados à aeronave, que não dispunha de ar condicionado.

O calor dentro do avião fez com que diversas pessoas vomitassem ou desmaiassem. Algumas pessoas também sofreram ataques de pânico, provocados pelas temperaturas extremas, segundo o "The Sun". Os passageiros com crianças foram os mais afetados.

Kerry Shippey, uma das passageiras, recorreu ao Twitter para denunciar o acontecido. A mulher escreveu, mencionando a conta da companhia aérea: "Ninguém se importa com um atraso, as coisas acontecem, mas manter as pessoas num espaço pequeno com uma temperatura de 40ºC que faz com que elas desmaiem e vomitem é ir um pouco longe demais, não acham?".

PUB

A companhia assegurou ter oferecido refrescos, mas vários passageiros insistiram que isso não tinha acontecido. Jess Fenn respondeu: "Não foi fornecida água nem comida. Foi dito (...) que estava a chegar água, mas, quando perguntaram ao representante da Thomas Cook, foi-lhes dito que já não seria possível".

Quando os passageiros pediram atualizações acerca do voo, a equipa de bordo terá alegadamente respondido que o avião iria descolar dentro de minutos. Contudo, a viagem acabou por ser cancelada, tendo sido fornecido alojamento descrito como "sujo e anti-higiénico".

Um porta-voz da companhia Thomas Cook disse que "o voo (...) foi adiado devido a um problema técnico com o ar condicionado". A empresa explicou que tentou corrigir o problema para ser possível fazer a viagem, porém também reconheceu que deviam ter permitido que as pessoas desembarcassem mais cedo. "Lamentamos muito o desconforto que os nossos clientes sentiram", rematou o porta-voz.

O voo partiu de Zanquintos às 9 horas da manhã desta terça-feira (7 horas em Portugal continental) e chegou a Stansted duas horas depois. Os passageiros vão receber uma carta com detalhes sobre o seu direito a indemnização.

Outras Notícias