São Paulo

Pelo menos 30 pessoas detidas na maior fação criminosa brasileira

Pelo menos 30 pessoas detidas na maior fação criminosa brasileira

Pelo menos 30 pessoas foram detidas esta quinta-feira no estado brasileiro de São Paulo durante uma operação contra a fação Primeiro Comando da Capital (PCC), a maior organização criminosa do Brasil, informaram fontes oficiais.

O Ministério da Segurança Pública de São Paulo destacou que cerca de 250 agentes da Polícia Civil executaram 39 mandados de prisão em 22 cidades do litoral e do interior do estado, bem como na capital, a cidade de São Paulo.

A operação foi chamada de "Transponder" e foi executada depois de três meses de investigações em que se verificou que os membros do PCC "comandavam ações criminosas" a partir do interior das prisões do estado de São Paulo.

Onze das prisões aconteceram em Presidente Prudente, a 550 quilómetros da capital, onde, segundo a polícia, o grupo coordena o tráfico de drogas na fronteira entre o Brasil e o Paraguai.

Além das prisões, a investigação tem como objetivo apreender bens e congelar contas bancárias que "movimentam valores diários da organização criminosa" e eram administradas por 47 membros do PCC.

Segundo os investigadores, o grupo é responsável por crimes como transações ilícitas financeiras, tráfico de drogas dentro e fora das prisões, e tráfico internacional.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG