Mundo

Pelo menos nove mortos e três desaparecidos em cheias no Brasil

Pelo menos nove mortos e três desaparecidos em cheias no Brasil

As tempestades e chuvas fortes que se abateram no fim de semana sobre o Estado brasileiro do Paraná fizeram nove mortos e três desaparecidos, levando a instauração do estado de emergência em 77 cidades.

Curitiba, a capital do Paraná, no sul do Brasil, é uma das 12 cidades anfitriãs do Mundial de Futebol, que começa na próxima quinta-feira, e aquela em que a seleção espanhola - chegada no domingo à noite e atual campeã - está a treinar.

A cidade situa-se, contudo, a 300 quilómetros das regiões centro e sudeste do Estado, as mais atingidas, e não sofreu danos, segundo a proteção civil.

"Todo o Governo está mobilizado para ajudar a população neste momento difícil", declarou esta segunda-feira o governador do Paraná, Beto Richa, que decretou o estado de emergência em 77 cidades, onde mais de 55 mil pessoas viram as suas residências inundadas.

O responsável desbloqueou seis milhões de reais (cerca de dois milhões de euros) para que as câmaras municipais possam apoiar os sinistrados, retomar o fornecimento de eletricidade e de água potável.

A Presidente brasileira, Dilma Rousseff, garantiu ao governador Beto Richa "todo o apoio necessário para ajudar nas operações de salvamento e acolhimento dos desalojados", na sua conta da rede social Twitter.

"A população está mobilizada mas o desespero é muito grande; as chuvas atingiram todas as classes sociais", declarou César Fabris, um habitante da cidade de Rebouças, coberta pela água, citado pelo sítio G1 da Globo.

PUB

Em consequência das chuvas torrenciais, o volume de água das célebres cataratas de Foz do Iguaçu, na fronteira com a Argentina, era hoje 30 vezes superior ao normal, com 47,5 milhões de litros de água por segundo, de acordo com a companhia Copel.

A direção do Parque Nacional de Iguaçu proibiu o acesso aos circuitos turísticos e os passeios de barco, como medida de segurança.

No vizinho Estado de Santa Catarina, 24 cidades estão inundadas e pelo menos 16 mil pessoas foram atingidas pelas cheias.

Em Blumenau, o caudal do rio Itajai Açu, que atravessa a cidade, está 10 metros acima do normal.

Nove estradas encontram-se cortadas devido às inundações e foram interditadas.

No Estado do Rio Grande do Sul, no extremo sul do país, abriu-se no domingo uma cratera de 70 metros numa estrada, devido à chuva intensa, e dois veículos caíram lá dentro, mas os passageiros sofreram apenas ferimentos ligeiros, segundo o G1.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG